17.2.09

''Lívia''


Como posso fazê-lo ver
Que posso esquecer meus sonhos
Se você não puder sonhá-los


Como posso fazê-lo acreditar
Que e fácil fechar os olhos
E encontrar-me ao seu lado após abri-los


Como posso fazê-lo saber
Que tenho apenas treze
Que ainda vou mudar muitas vezes


Como posso fazê-lo lembrar
Que quero estar perto em um momento
E seguir momentos depois


Como posso fazê-lo perceber
Que mudo como o vento
Que erro na mesma velocidade que acerto


Como não faze-lo esquecer
Que tenho apenas treze
Que sou tão profunda e tão superficial


Como posso fazê-lo responder
As minhas perguntas
Sem me interessar pelas respostas


Como posso fazê-lo ouvir
Meus momentos de lucidez
Camuflados pela insensatez


Como posso fazê-lo recordar
Que tenho apenas treze
Que posso ser feliz em meio à infelicidade


Como posso fazê-lo buscar
Meus lábios inocentes
Meu medo sempre presente


Como posso fazê-lo sorrir
Com minhas tolices
Com minha cumplicidade


Como posso fazê-lo pressentir
Que quando minto
Digo sempre a minha verdade


Como posso fazê-lo suportar
O fato de ter apenas treze
De ser lívida de ser ‘’Lívia’’

"Viviani Ketely"